quedas energia condomínio

Como gerenciar quedas de energia no seu condomínio residencial

Quando o verão chega, as temperaturas aumentam e, com elas, a incidência de quedas de energia no condomínio. Para o síndico, estar preparado para essas situações é essencial. 

Aqui estão pontos críticos que devem ser acompanhados para garantir que você esteja pronto para enfrentar esses desafios com eficiência. 

1. Manutenção preventiva é a chave 

A manutenção regular de grupos geradores, nobreaks, luzes de emergência e sistemas de segurança é fundamental para garantir a operação de serviços essenciais em caso de quedas de energia no condomínio. 

Testes periódicos garantem que tudo funcione quando for necessário. Além disso, é importante contar com revisão e troca periódica de filtros e correias dos geradores. 

2. Priorize a energia para serviços críticos 

Em casos de quedas de energia no condomínio, priorize o uso de geradores e nobreaks para funções vitais: elevadores, portões, portaria remota e sistemas de segurança, especialmente rotas de fuga. 

3. Restrinja o uso do gerador para necessidades essenciais 

Caso os geradores disponibilizem energia para as unidades residenciais, pense em restringir a sua utilização para evitar sobrecarga do sistema 

Limite o uso do gerador nas unidades habitacionais a itens como geladeiras, carregamento de celulares, notebooks e equipamentos médicos críticos. 

4. Comunicação clara sobre equipamentos de emergência 

Disponibilize um documento detalhado indicando quais equipamentos estão conectados ao gerador e ao nobreak. A transparência ajuda na gestão de expectativas e evita confusões. 

5. Abastecimento regular dos geradores 

Certifique-se de que os geradores estejam sempre abastecidos para estarem operacionais quando mais precisar. 

6. Plano de contingência acessível para casos de quedas de energia no condomínio 

Um plano de contingência deve ser claro e conhecido por todos os colaboradores, incluindo procedimentos para garantir a operação dos portões no caso de quedas de energia do condomínio, minimizando o impacto na segurança e acessibilidade dos moradores. 

7. Configuração inteligente dos elevadores 

Durante quedas de energia no condomínio, configure os elevadores para que apenas um funcione, reduzindo a carga no sistema de emergência. 

8. Plano para danos em equipamentos durante as queda de energia no condomínio 

Esteja preparado para possíveis danos em equipamentos vitais, como bombas d’água e motores de elevadores. Tenha equipamentos reserva ou acordos de SLA para atendimento de emergência. 

Como síndico, antecipar e preparar-se para quedas de energia no condomínio pode fazer a diferença entre um incidente gerenciável e uma crise. Seguindo os pontos críticos abordados neste artigo, você estará bem preparado para enfrentar essas situações com confiança, máxima eficiência e com muita segurança. 

Assine a Newsletter UnionData Gratuitamente

E fique por dentro do universo da gestão de condomínios e do mercado imobiliário. Receba no seu e-mail artigos, dicas e notícias que são do seu interesse!

5 + 12 =

Leia também…

Saiba como minimizar o problema de barulho no condomínio 

Saiba como minimizar o problema de barulho no condomínio 

Em um cenário urbano movimentado, a gestão de condomínios se torna um desafio constante. Entre os desafios enfrentados pelos síndicos e moradores, a questão do barulho no condomínio é uma preocupação recorrente.  Compreender as estratégias eficazes para minimizar...

ler mais
Share This