Março Lilás

Março Lilás: A importância da prevenção do câncer de colo de útero

Março é dedicado à conscientização sobre a importância da prevenção do câncer de colo de útero, uma das principais causas de morte por câncer entre mulheres no mundo. Essa campanha, conhecida como Março Lilás, tem como objetivo alertar a população para a necessidade de realização dos exames preventivos e conscientizar sobre os fatores de risco e formas de prevenção dessa doença.

O câncer de colo de útero é causado pelo papiloma vírus humano (HPV), que pode ser transmitido por meio de relações sexuais sem proteção. Por isso, é recomendado o uso do preservativo durante as relações.

Além disso, a realização do exame Papanicolau é fundamental para a detecção precoce da doença. Este exame é rápido, simples e indolor, deve ser feito regularmente por todas as mulheres a partir dos 25 anos de idade ou após o início da atividade sexual.

A campanha Março Lilás também visa combater a desinformação e o preconceito em relação ao câncer de colo de útero. Muitas mulheres ainda têm medo ou vergonha de realizar o exame ginecológico, o que pode atrasar o diagnóstico e o tratamento da doença.

É importante que as mulheres compreendam que o exame é seguro, confiável e pode salvar vidas.

Neste ano, a campanha Março Lilás ganha ainda mais importância por ser correlacionada com o Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março. A data representa a luta por igualdade de direitos, oportunidades e reforça a importância da saúde feminina.

É necessário que a sociedade se mobilize para prevenir e combater essa doença. Isso inclui políticas públicas que garantam acesso gratuito aos exames preventivos, campanhas de conscientização e educação sexual nas escolas.

Principais Fatos para o Março Lilás

● Existem mais de 100 tipos de HPV, dos quais pelo menos 14 são cancerígenos (também conhecidos como tipos de alto risco).

● O papilomavírus humano (HPV) é um grupo de vírus muito comum no mundo.

● O HPV é transmitido principalmente por contato sexual. A maioria das pessoas é infectada logo após o início da atividade sexual.

● O câncer do colo do útero é causado por infecção sexualmente adquirida com certos tipos de HPV.

● Dois tipos de HPV (16 e 18) causam 70% dos cânceres do colo do útero e lesões pré-cancerosas. Também há evidências científicas que relacionam o HPV com cânceres do ânus, vulva, vagina, pênis e orofaringe.

● O câncer do colo do útero é o segundo tipo de câncer mais frequente em mulheres que vivem em regiões menos desenvolvidas do mundo. Em 2018, foram 570 mil novos casos (84% dos novos casos no mundo).

● Em 2018, algo entorno de 311 mil mulheres morreram de câncer do colo do útero; aproximadamente 90% dessas mortes em países de baixa e média renda.

● O controle abrangente do câncer do colo do útero inclui prevenção primária (vacinação contra o HPV), secundária (triagem e tratamento de lesões pré-cancerosas), terciária (diagnóstico e tratamento do câncer invasivo do colo do útero) e cuidados paliativos.

● As vacinas que protegem contra os HPV 16 e 18 são recomendadas pela OMS e foram aprovadas para uso em muitos países.

● Triagem e tratamento de lesões pré-cancerosas em mulheres é uma maneira custo-efetiva de prevenir o câncer do colo do útero.

● Ensaios clínicos e vigilância pós-comercialização mostraram que as vacinas contra o HPV são muito seguras e muito eficazes na prevenção de infecções por HPV.

● O câncer do colo do útero pode ser curado se diagnosticado precocemente.

Organize uma Campanha Março Lilás em seu condomínio

Existem diversas formas de ajudar na divulgação da campanha Março Lilás em seu condomínio e incentivar as mulheres a realizarem os exames preventivos para detectar o câncer de colo de útero. Algumas sugestões são:

Distribuir panfletos informativos

Peça autorização ao síndico ou à administração do condomínio para distribuir panfletos com informações sobre a importância da prevenção do câncer de colo de útero e os procedimentos para realização dos exames.

Organizar palestras ou workshops

Procure um especialista em saúde feminina (talvez no seu próprio condomínio), como um ginecologista, para ministrar uma palestra ou workshop sobre o assunto no condomínio. Essa pode ser uma oportunidade para esclarecer dúvidas e conscientizar as mulheres sobre a importância da prevenção.

Enviar esta matéria sobre o Março Lilás nos grupos de WhatsApp

Utilize os grupos de WhatsApp do condomínio para enviar mensagens com informações sobre a campanha Março Lilás e incentivar as mulheres a realizarem os exames preventivos.

Decorar o condomínio com a cor lilás

Utilize a cor lilás, símbolo da campanha Março Lilás, para decorar o condomínio e chamar a atenção das pessoas para a importância da prevenção do câncer de colo de útero.

Realizar uma campanha de arrecadação

Organize uma campanha de arrecadação de recursos para doação a instituições que realizam exames preventivos e oferecem tratamento a mulheres com câncer de colo de útero. Essa pode ser uma forma de engajar ainda mais as pessoas do condomínio na causa.

Lembre-se de que a conscientização e a prevenção do câncer de colo de útero é uma responsabilidade de todos. Ao contribuir para a divulgação da campanha Março Lilás em seu condomínio, você estará ajudando a salvar vidas e garantir um futuro mais saudável para as mulheres.

Acesse o site da Organização Pan-Americana de Saúde e obtenha mais informações — https://www.paho.org/pt/topicos/hpv-e-cancer-do-colo-do-utero

Assine a Newsletter UnionData Gratuitamente

E fique por dentro do universo da gestão de condomínios e do mercado imobiliário. Receba no seu e-mail artigos, dicas e notícias que são do seu interesse!

1 + 8 =

Leia também…

Estratégias proativas para a manutenção de condomínios 

Estratégias proativas para a manutenção de condomínios 

A manutenção de condomínios é um aspecto crítico da gestão imobiliária que demanda atenção contínua e estratégica. Para síndicos e administradoras, adotar uma abordagem proativa não só ajuda a preservar e aumentar o valor do imóvel, mas também assegura a segurança e o...

ler mais
Share This