Os principais cuidados na manutenção predial em condomínios

Os principais cuidados na manutenção predial em condomínios

Entenda a importância da manutenção predial em condomínios e descubra os principais cuidados

Nada é para sempre. Todas as coisas vão, aos poucos, se desgastando, e isso não é diferente para o condomínio. Nele, entretanto, é possível desacelerarmos esse processo de desgaste.

Para isso, é imprescindível que o responsável pelo condomínio, contrate uma empresa que faça a manutenção predial em condomínios, com o intuito de prolongar a “vida” do prédio.

Antes de falarmos detalhadamente dos principais cuidados, primeiro, temos que conhecer melhor sobre a manutenção predial. Existem dois principais tipos:

– Manutenção Corretiva,

– Manutenção Preventiva.

Abaixo, aprenderemos sobre cada um deles.

Você sabe o que é manutenção corretiva e como evitá-la?

É normal acontecer problemas de última hora em um condomínio, imprevistos acontecem. Por outro lado, não é normal quando isso começa acontecer frequentemente.

O nome manutenção corretiva sugere que ele corrige alguma coisa, e é isso mesmo, mas em cima da hora, com um custo alto e, diversas vezes, com um material que não é de confiança.

Por exemplo: uma caixa d’água está vazando, mas o síndico ainda não sabe. Por causa desse vazamento, com o tempo, infiltrou água em um pilar e ele rachou.

A saída é contratar alguma empresa para consertar, urgentemente, esse problema, antes que ele aumente. Então, será necessário desembolsar muito dinheiro. Por causa da urgência, as empresas que fazem o serviço cobram mais caro.

Assim, este tipo de manutenção é a corretiva, mas, como podemos perceber, não vale a pena deixarmos os problemas surgirem para, então, corrigi-los.

Ainda bem que existe a manutenção preventiva, que evita, inúmeras vezes, os problemas no condomínio e, consequentemente, a manutenção corretiva.

A manutenção preventiva como solução para os condomínios

Já ouviram algum médico falando que todo mundo precisa fazer exames de saúde preventivos? Provavelmente sim, não é mesmo?

Realmente, precisamos nos prevenir para que não descubramos, por exemplo, alguma doença tarde demais ou para evitarmos ela.

Além de nós, os condomínios também precisam prevenir-se, para que não chegue de última hora e tenham que aplicar uma manutenção corretiva caríssima.

Para isso, é aconselhável que o síndico (ou responsável) contrate uma empresa que gerencie a manutenção do condomínio todo, ela que ficará responsável por administrar diversos cuidados necessários para tudo correr bem.

Principais cuidados na manutenção predial em condomínios

Como já falamos previamente, há alguns cuidados na manutenção que o condomínio precisa tomar. Alguns deles são:

– Siga o manual que a construtora do prédio deve fornecer;

– Feche um contrato com uma empresa de manutenção confiável;

– Utilize softwares de empresa referência no mercado para administração do condomínio;

– Realize, anualmente, a Inspeção Predial (segundo a legislação da cidade, se houver);

– Contrate uma empresa de dedetização que faça o serviço, no mínimo, a cada 6 meses;

– Lembrar-se que o condomínio é uma sociedade, então, faça assembleias para ouvir a todos;

– Mesmo contratando uma empresa de manutenção, o síndico deve checar se todas as manutenções estão sendo, realmente, realizadas;

– Esteja por dentro da documentação da manutenção preventiva, como relatórios de inspeção, fluxogramas, fichas técnicas.

Saia na frente com um Software de Administração Condominial

Entre os diversos cuidados que precisamos ter com um condomínio, possuir um software que o administre não é luxo, é organização, tranquilidade e mão na consciência. Mas lembre-se, quando for escolher uma empresa, opte pela Union Data e seus softwares que são pioneiros e os melhores do mercado.

Converse com um consultor e confira.